quarta-feira, 30 de junho de 2010

O QUE FAZEMOS DAS NOSSAS VIDAS? (TÂNIA POLON)






Vivemos em um planeta muito habitado. Imaginem quantos pensamentos e sentimentos não circundam nas mentes dos seres desse planeta?

O mundo está repleto de emoções. As pessoas criam formas e pensamentos no decorrer de suas vidas. Essa atmosfera propicia para que o planeta viva positivamente ou negativamente. Imaginem um pulmão cheio de fumaças tóxicas. Essas formas e pensamentos podem caracterizar um lixo tóxico ou um ar puro que jorramos para nosso planeta através dos nossos pensamentos e sentimentos. Infelizmente muitas pessoas consomem-se diariamente num turbilhão de pensamentos e sentimentos nefastos, deixam de acreditar no potencial de força que habita dentro de cada um de nós e se colocam na condição de coadjuvantes de suas próprias vidas.

O que fazemos de bom em prol do nosso planeta? Cuidamos dos seres humanos, dos mares, dos rios, da natureza, dos animais, preservamos a água, a comida? Estamos construindo um mundo melhor ou destruindo o lar das nossas futuras crianças? Cuidamos dos nossos sentimentos?

Para que possamos criar um mundo melhor para nós e as crianças, é importante primeiramente que cuidemos dos nossos sentimentos, que sejamos dóceis e meigos conosco e que plantemos amor em nossos corações e assim distribuirmos sementes para que a felicidade cresça diariamente em nossas vidas.

Quantas experiências de vida não são vividas diariamente em cada lar deste planeta?

Somos uma enciclopédia repleta de conteúdos diversificados. Com certeza teríamos que escrever tantos livros que não teríamos tempo suficiente para ler tantas histórias, nem que vivêssemos uma vida de milhões de anos. A humanidade é rica em histórias. Histórias personificadas a cada dia. Se registrássemos cada passo de cada pessoa não teríamos espaço suficiente para inserir tantos dados, nem no papel ou no disco rígido dos computadores.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

VIVER COM MEDO É VIVER PELA METADE (DIEDRA ROIZ)








A vida é feita de escolhas. Mas quem decide é você?

Muitas vezes nos permitimos ser meras coadjuvantes, até mesmo figurantes em nossas próprias vidas.

Quando o ideal seria não aceitarmos função menor do que roteiristas.

Mas não é fácil segurar o volante, muito menos se responsabilizar.

Ah… A ilusão de que é muito melhor sentar no banco ao lado, não ser aquela que guia.

Porém…

Co piloto não pode reclamar se acabar trilhando um caminho que não gostaria…

Sei que por vezes, não vemos a saída.

Tudo parece claustrofóbico, sufocante, impossível.

Entretanto, o invisível existe.

Assim como ao redor de nós existem milhares de partículas que não vemos, por dentro também é exatamente assim.

Precisamos apenas descobrir.

Não me levem à mal, meninas.

Esse texto não se propõe a ser um discurso de verdades absolutas, radicalismos ou quebra de paradigmas.

Só que…

Importante mesmo na vida é ser feliz.

Não aquela felicidade passageira, de quem arrumou uma namorada ótima, comprou um carro ou ganhou na loteria.

Essa passa. Basta um sopro do destino.

Um término, uma falência, uma batida…

Porém…

Aquela absoluta, convicta.

Haja o que houver.

O mundo caindo, e você firme, insistindo, certa de que tudo vai dar certo, não importa como,
você vai conseguir.

Essa sim.

Não esqueçam de que o jogo só termina quando o juiz apita.

E que a esperança só morre se você a enterra, quando você não mais acredita.

Se há dor e insatisfação, só existem duas opções: mudar ou engolir.

Independente de “não tenho idade, não tenho dinheiro, não tenho coragem…”

Crie condições para ter e conseguir!

Lamentar afasta muito mais do que a boa sorte. Gasta uma energia que poderia ser aplicada em ações para se obter o que se deseja.


“Nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados.
Nosso medo mais profundo é que somos poderosos além de qualquer medida.
É a nossa luz, não as nossas trevas, o que mais nos apavora.
Nós nos perguntamos: Quem sou eu para ser brilhante, maravilhoso, talentoso e fabuloso?
Na verdade, quem é você para não ser?
Você é filho do Universo. Fazer-se de pequeno não ajuda o mundo.
Não há iluminação em se encolher, para que os outros não se sintam inseguros quando estão perto de você.
Nascemos para manifestar a glória do Universo que está dentro de nós.
Não está apenas em um de nós: está EM TODOS NÓS.
E conforme deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas, permissão para fazer o mesmo.
E conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença, automaticamente liberta os outros.”
(Nelson Mandela)

Todas temos medo.

Faz parte da vida.

Se vamos dominá-lo ou deixar que ele nos domine, é onde a diferença começa e termina.


www.diedraroiz.com

domingo, 27 de junho de 2010

VIDA E SONHO (TÂNIA POLON)







A vida nos oferece todos os dias altos montes para atingirmos, mas nos prendemos a pequeninas planícies, não temos coragem de sonhar alto, não nos imaginamos vencedores antes de começarmos uma luta árdua. Quem disse que seria fácil? Viver em um mundo com bilhões de pessoas querendo alcançar metas, superar desafios e os próprios limites? Não é coisa fácil, mas, não se dar ao luxo de correr em direção aos seus desafios, é deixar a vida correr solta e não adianta chorar amanhã. Lembre-se que hoje será ontem amanhã e o tempo voa...

SONHAR... Por que não? Ai de nós se não nos restasse o sonho. O sonho nos suaviza a alma, nos acalenta por dentro, nos faz sorrir pelo que conquistaremos ainda. Faz-nos fortes e corajosos, nos sentimos heróis de nós mesmas. Viver sem limites para sonhar é você internalizar uma grande vontade e se sentir poderoso para começar a idealizar seus sonhos...

Que bom que já tem sonhos, mas e daí? Não é hora de começar a dar os primeiros passos para a concretização dos seus SONHOS ou OBJETIVOS? Não tenha medo de encarar a vida de frente, ganhará aprendizado, amadurecerá como ser humano, fique feliz com a linda pessoa que és e acredite que você também é capaz de ser o SER HUMANO que gostaria que fosse. Basta acreditar que também é capaz de realizar algo, dar o melhor de si em prol dos seus sonhos.

Todos os vencedores de hoje não tiveram medo de si mesmo, se assim o tiveram, venceram suas fraquezas e fragilidades e chegaram aonde quiseram. Não tenha medo do desconhecido. Quem sabe o desconhecido não é tão feio quanto parece? Muitas vezes o desconhecido que nos assusta pode vir recheado de momentos que nos fará melhores do que somos e felizes de verdade!

Se pararmos um pouco para sentir a brisa suave que entra em nossas narinas, perceberemos a grandeza deste universo e seremos invadidos por uma paz e serenidade renovadoras.

Temos que aprender a parar, a refletir, serenar, olhar mais para as pessoas, brincar, passear, ir ao parque, ao cinema, ao teatro, andar pela rua sem compromisso simplesmente. A vida passa tão depressa que quando acordamos os anos se passaram e não vivemos tudo que tínhamos para viver. Prendemo-nos a correria do dia a dia e nos esquecemos que somos simplesmente SERES HUMANOS QUE QUEREM SOMENTE SER FELIZES...

sábado, 5 de junho de 2010

ABRE SEUS OLHOS PARA O AMOR (TÂNIA POLON)







O que faria se alguém batesse insistentemente na porta do seu coração enquanto estivesse dormindo e não escutasse essas batidas?

Ficaria feliz quando descobrisse que deixou a felicidade escapulir dos seus dedos?

Deve estar sempre alerta... Nunca saberá quando a felicidade o contemplará com a grande sorte.

Sorrir sempre na esperança de que essa pessoa ao lado, seja aquela que fará seu coração tocar as mais doces sinfonias, que traduza todo sentimento que sente por si mesma e que será capaz de compartilhá-lo.

Perceba as mensagens subliminares do seu coração, do seu corpo. Sinta a vibração em cada célula e que te faz sentir que está vivendo no paraíso.

Fique de olhos abertos e atento a tudo e a todos. Não deixe sua vida despercebida por você nem por ninguém. Acorde para a vida, deixe-a cheia de aventuras e sem limites para sonhar e conquiste a felicidade em cada detalhe que a vida lhe oferecer.

Que possas descobrir a pessoa que te fará sorrir com sua simples presença e assim descortinar-se a si mesma. Que essa pessoa acalme seus ânimos e seu coração seja leve que nem uma pluma, sereno que nem uma música clássica, ágil que nem um raio e amoroso e cheio de amor incondicional.

Que o AMOR seja o adjetivo perfeito e se mude definitivamente para seu coração e possas compartilhar com sua cara metade momentos plenos e concretos de inteira FELICIDADE...

20 PENSAMENTOS (ECKHART TOLLE)

1) O momento presente é a coisa mais preciosa que existe... As pessoas não percebem que agora é tudo o que é, não exi...