segunda-feira, 3 de outubro de 2011

HÁ MOMENTOS (CLARICE LISPECTOR)




Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.


Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.


Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.


As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.


A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.


O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.


A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar
porque um belo dia se morre.

domingo, 2 de outubro de 2011

O AMOR (ASTRIDY GURGEL)





Se pudesse resolver metade do que penso serem problemas em minha vida, provavelmente seria muito mais feliz.

Se pudesse pensar menos que tenho problemas, eles teriam cinqüenta por cento a menos do penso que eles tem.

Querem saber?

Não importa nada disto como não deveria importar dor nenhuma que a gente sinta decorrente do amor.

O Amor é apenas a bola que fica no campo ou que fica sobrevoando o campo.

Sim, o amor não vale nada para muitas pessoas, por isto o jogam de cá, pra lá!

Não sou dona de verdades amorosas e certamente meu passado não fala nada além da trilha melosa que ficou dos amores que supostamente tive.

Este passado de amor hoje tem apenas poeiras e teias de aranhas para poder estampá-lo na soleira da minha memória.

Querem condenar o passado e as vivências de uma mulher?

Como?

Por que e com que direito?

Quem criou este mundo não foi Deus?

Tenho na mente lembranças que levo por não esquecer.

Tenho no coração um amor que não sai de dentro de mim.

Tenho minha história que prova a vida digna que vivi.

Tenho no ouvido o som do amor que me acalenta todos os dias.

Sou sonho de dia, sou sonho muitos instantes, sou sonho infinitamente.

Meu corpo vive a arder pelo seu enquanto tento sentir o que arde em você.

O relógio badala martirizando momentos, e então, intensa de tempo sinto que nos perdemos.

Nossas diferenças, nossos desencontros...

Almoço, enquanto você lancha.

Acordo quando você já trabalha há horas.

Simmmmmm, o badalar do relógio é nosso pior inimigo, pois não nos espera nem nos acompanha.

O amor está do outro lado do oceano.

Aqui fico a ver o som das cantigas que vem de lá.

Cantigas lindas que embalam e enlevam enternecendo o coração.

"Dá-me um abraço"

"Chuva"

"Sodade"

"Canção do mar"

Parecem lembranças das músicas que você já ouviu a pensar em mim.

Que importância tem o meu sentir?

O que faz de mim a amada que um dia morou em ti?


Oh amor é o mais cruel dos sentimentos!

O amor é uma dor que não tem sentido,

Não tem cura,

Não tem amigos,

Não tem conjecturas,

Não tem atalhos e não nem paragens.

Ele vem e açoita dia e noite.

É muito pior que temporal nas trincheiras de soldados enfileirados fugindo das balas dos inimigos.

O amor é cruel como o vento que faz esvoaçar os cabelos das moças que passam nas ruas.

O amor é um triste choro que consome o coração desolado da mulher que espera suspirando na janela.

O amor é sim essas tristezas todas, como é o renovar nos corações que quedam agonizando a perda de uma esperança.

O vento, a amada, o coração, a esperança, a força de tudo isto unirá muitos corações por
este mundo a fora.

Rasgo todos os sentidos para dar um pouco de amor para a moça que amo...

O amor nunca será nada mais e nem nada menos.

O amor nunca será uma perda de tempo e muito menos uma chaga que não fecha.

O amor é mais intenso que aquele mar revolto.

É mais intenso que aquelas ondas de mais de seis metros do Havaí.

O amor é mais intenso do que a falta de fé.

O amor é o rio que corre do seu corpo para o meu corpo.

O amor é mais que o prazer, é mais que eu e que você.

O amor é tudo que cada ser humano quer e conquista por merecimento próprio.

O amor é para todas e para todos.

O amor é a dávida da vida.

Aqui, dá minha tela do computador zelo para que o amor renasça neste mundo a cada novo minuto.

Dentro do meu coração e dos corações de vocês!

PAZ (LUISA)






Uma das grandes sensações que alguém pode experimentar nesta vida é a de paz, vocês não concordam?


Paz consigo mesma, com o mundo e com as pessoas que fazem parte da sua vida. A sensação de paz, ao contrário do que muita gente imagina, não é uma sensação morna, neutra ou de que nada acontece. Ao contrário, as coisas acontecem, mas elas andam no ritmo certo. Não tem nenhum Deus-nos-acuda, o mundo não vai acabar amanhã e, se for, não há nada que alguém possa fazer.


Paz é uma sensação de que (como alguém já disse antes) a direção é mais importante que a velocidade – e uma ligeira desconfiança de que a direção está certa.


Paz é quando o mundo não precisa parar para você descer, pois você pode descer a qualquer momento e tem total controle da situação.


Paz é ter a cabeça vazia diante de uma estrada que não tem fim.


Paz é colocar sua cabeça no travesseiro à noite e dormir com a certeza de que você não enganou ninguém, não mentiu para conseguir nenhuma vantagem ou usou de alguma forma ilícita para conquistar alguma coisa ou alguém. Você tem a nítida sensação do que é paz quando você não busca a felicidade em cada coisa que faz ou em cada lugar que vai.


Paz é quando você está na hora certa e no lugar certo simplesmente porque você acha que aquela hora e aquele lugar são certos para você estar.


Paz é querer aquela pessoa que também te quer e, se um dia uma das partes não quiser mais, tudo bem. Você também vai estar em paz, pois não precisa de outra pessoa para viver.


Paz é estar feliz com sua própria companhia.


Paz é uma sensação interna de que sua busca não acabou, mas que ela não acaba quando você encontra.


Paz é não ter saudade do passado, ou ter, mas viver em harmonia com ele. É não esperar pelo futuro como se ele existisse porque, na verdade, o futuro acaba no exato momento que começa.


Paz é a sensação de que tudo vai dar certo e, se não der, você terá outra chance. Paz é acordar na beira do mar e não ter nada para fazer. Ou ter Paz é uma ave livre abrindo as asas no seu ombro.


Paz é uma sensação do dever cumprido, de uma obra entregue no prazo, de fazer meu melhor.


Paz é o final de um espetáculo de teatro depois que as cortinas se fecham.


Paz é uma sensação para poucos, mas aqueles que a experimentam não trocam por nenhuma outra sensação do mundo que possa se acabar num piscar de olhos. Se eu pudesse dar uma fórmula mágica da paz em um texto, eu daria, mas, por enquanto, só posso descrever um pouco do que estou conhecendo. Que não é quente, não é frio e muito menos morno. É leve, é novo, é seguro. A sensação de paz é um sentimento tão nobre quanto o amor, só que mais apurado.


A Paz é sublime.

20 PENSAMENTOS (ECKHART TOLLE)

1) O momento presente é a coisa mais preciosa que existe... As pessoas não percebem que agora é tudo o que é, não exi...