domingo, 25 de janeiro de 2015

FRASES (CORA CORALINA)






01 Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.



02 O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada.

Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.



03 O saber a gente aprende com os mestres e os livros.

A sabedoria, se aprende é com a vida e com os humildes.



04 Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida.

Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.



05 Fiz a escalada da montanha da vida.



06 Todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo.



07 Nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.



08 Desistir... Eu já pensei seriamente nisso, mas nunca me levei realmente a sério; é que tem mais chão nos meus olhos do que o cansaço nas minhas pernas, mais esperança nos meus passos, do que tristeza nos meus ombros, mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça.



09 Poeta, não é somente o que escreve:

É aquele que sente a poesia, se extasia sensível ao achado de uma rima à autenticidade de um verso.


10 Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.



11 Se a gente cresce com os golpes duros da vida, também podemos crescer com os toques suaves na alma.



12 Mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros.



13 Fechei os olhos e pedi um favor ao vento:

Leve tudo que for desnecessário.

Ando cansada de bagagens pesadas...

Daqui para frente levo apenas o que couber no bolso e no coração.



14 A Verdadeira coragem é Ir Atrás De Seus Sonhos Mesmo Quando Todos Dizem Que Ele é Impossível.



15 Não morre aquele que deixou na terra a melodia de seu cântico na música de seus versos.


16 É que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas, mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros, mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça.



17 Lindo demais...

Coração é terra que ninguém vê.



18 Nas palmas de tuas mãos leio as linhas da minha vida.



19 Eu sou aquela mulher a quem o tempo muito ensinou.

Ensinou a amar a vida e não desistir da luta, recomeçar na derrota, renunciar a palavras e pensamentos negativos.

Acreditar nos valores humanos e ser otimista.



20 Melhor do que a criatura, fez o criador a criação.

A criatura é limitada.

O tempo, o espaço, normas e costumes.

Erros e acertos.

A criação é ilimitada.

Excede o tempo e o meio.

Projeta-se no Cosmos



21 Me esforço para ser melhor a cada dia.

Pois bondade também se aprende



22 Da mesma forma aquela sentença:

“A quem te pedir um peixe, dá uma vara de pescar”.

Pensando bem, não só a vara de pescar, também a linhada, o anzol, a chumbada, a isca…



23 Bem por isso mesmo diz o caboclo: a alegria vem das tripas — barriga cheia, coração alegre.

O que é pura verdade.



24 Eu sou a dureza desses morros revestidos, enflorados, lascados a machado, lanhados, lacerados.

Queimados pelo fogo Pastados Calcinados e renascidos.



25 Verso do poema:

Minha Cidade Minha vida, meus sentimentos, minha estética, todas as vibrações de minha sensibilidade de mulher, têm, aqui, suas raízes.



26 Meu epitáfio

Morta... Serei árvore, serei tronco, serei fronde e minhas raízes enlaçadas às pedras de meu berço são as cordas que brotam de uma lira.

Enfeitei de folhas verdes a pedra de meu túmulo num simbolismo de vida vegetal.

Não morre aquele que deixou na terra a melodia de seu cântico na música de seus versos.



27 Há muros que só a paciência, derruba....

Há pontes que só o carinho constrói!



28 Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes...

O importante é semear.



29 Com as pedras que me atiraram construí minha Obra !...


OS DOIS HORIZONTES (MACHADO DE ASSIS)







Dois horizontes fecham nossa vida:


Um horizonte, — a saudade
Do que não há de voltar;
Outro horizonte, — a esperança
Dos tempos que hão de chegar;
No presente, — sempre escuro,
Vive a alma ambiciosa
Na ilusão voluptuosa
Do passado e do futuro.


Os doces brincos da infância
Sob as asas maternais,
O vôo das andorinhas,
A onda viva e os rosais.
O gozo do amor, sonhado
Num olhar profundo e ardente,
Tal é na hora presente
O horizonte do passado.


Ou ambição de grandeza
Que no espírito calou,
Desejo de amor sincero
Que o coração não gozou;
Ou um viver calmo e puro
À alma convalescente,
Tal é na hora presente
O horizonte do futuro.


No breve correr dos dias
Sob o azul do céu, — tais são
Limites no mar da vida:
Saudade ou aspiração;
Ao nosso espírito ardente,
Na avidez do bem sonhado,
Nunca o presente é passado,
Nunca o futuro é presente.


Que cismas, homem? — Perdido
No mar das recordações,
Escuto um eco sentido
Das passadas ilusões.
Que buscas, homem? — Procuro,
Através da imensidade,
Ler a doce realidade
Das ilusões do futuro.


Dois horizontes fecham nossa vida.


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

O QUE É? (TÂNIA POLON)







O que é o sentir?

Sentir é experimentar emoções intrínsecas...

Sentir o verdadeiro sentido e sentindo o sentir...



O que é viver?

Viver é participar ativamente de cada presença de vida...

Viver o verdadeiro momento vivido vivendo a vida...



O que é amar?

Amar é compartilhar de momentos profundos com outrem...

Amar sentindo na pele o amor eternizando nossa alma...



Sentindo o sentir...

Emoções que nos envolve...


Vivendo a vida...

Situações que nos move a mudar...


Amar intensamente e sem demora...

Acolhimento que remexe a alma...



O Sentir...

O Viver...

O Amar...


Toca-nos o sentido, a vida e o amor seguem revolucionando e nos apaixonando e nos tiram da estagnação dos sentimentos arraigados em nossa alma...


Essas sensações evoluem para baixo e para cima, para a direita e para esquerda...

Colocando-nos num liquidificador de sentimentos profundos...

E que aos poucos vai se acalmando, acalentando-nos...


O nosso Sentir...

O nosso Viver...

O nosso Amar...



E nesse Sentir – Viver – Amar - nos tornamos seres gigantes e somos capazes de atingir a própria essência...


21/01/2015

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

PARA QUE SERVEM OS MOMENTOS? (TÂNIA POLON)




Para que servem os momentos?

Os momentos servem para que possamos construir memórias...

Os momentos servem para que possamos refletir sobre a vida...

Os momentos servem para que possamos refletir sobre nós mesmos...

Os momentos servem para que planejemos novos momentos...

Os momentos servem para vivermos além dos nossos limites...

Os momentos servem para que possamos nos conhecer melhor...

Os momentos servem para que possamos nos amar mais...

Os momentos servem para que possamos amar mais o nosso próximo...

Os momentos servem para que nos aventuremos por lugares jamais imaginados...

Os momentos servem para que possamos ir e vir sem ressentimentos...

Os momentos servem para que possamos construir uma história e uma nova história e uma nova história...

Os momentos servem para que possamos refletir e aprender um pouco mais sobre nós mesmos...

E através desses doces momentos...

Possamos nos sentir formigas e gigantes ao mesmo tempo...

Imbatíveis na força e na coragem...

Para permanecermos livres e fortes nessa viagem chamada vida terrestre...


E que essa vida nos ofereça felicidade e amor e que se transformem em momentos eternos desenhados em nossa alma...

20/01/2015


domingo, 18 de janeiro de 2015

SUSPIROS DO VENTO (TÂNIA POLON)





Ventos de Inverno...

O vento suspira a falta das pessoas...

O vento reclama o aconchego das pessoas...

O vento que venta e suspira na alma das pessoas...

O vento que grita...

O vento continua gritando aos sete ventos através da ventania que inunda a alma...

O vento do inverno revolto e traiçoeiro...


O vento quer falar o que?

O vento quer nossa companhia...


O vento quer falar com quem?

O vento quer falar com o nosso coração cheio de emoção...


O vento grita aos nossos ouvidos que quer ser ouvido na intensidade do ecoar das ondas dos mares...

E a cada onda batendo em nosso coração nos convida a emoção chamativa do vento...

E o vento se faz presente pelo barulho do seu chamado em nossa alma em fervorosa...

Vento ventania que foge para toda parte nos distanciando do assoprar dos momentos...






quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

QUEM SOMOS? (TÂNIA POLON)






Quem somos e para onde vamos?


Quando tinha meus dez anos de vida eu vivia sempre feliz:

Feliz porque estava viva...

Feliz porque tinha família para compartilhar da minha felicidade...

Feliz porque amava conhecer pessoas novas...

Feliz porque enxergava a beleza do mar...

Feliz porque ouvia lindas histórias das pessoas...

Feliz porque caminhava para diferentes lugares...

Feliz porque a cada novo dia o sol brilharia novamente...

Feliz porque tinha amigos para sorrir...


Feliz por que a vida sempre me oferecia sorrisos diários:

Ora era o mar...

Ora era o sol...

Ora era a lua...

Ora era o céu...

Ora eram as pessoas ao meu redor...

Ora eram as oportunidades de conhecer pessoas novas...

Ora eram perspectivas de viajar por inúmeros lugares...


Hoje escuto pessoas falarem que animais são mais importantes que as pessoas:

Os animais devem ser respeitados e amados como seres viventes que são...

 Como poderia eu deixar de amar seres tão singelos como as crianças?

Vejo crianças maltratadas e passando fome diariamente, o que nos atormenta o espírito...

As crianças nasceram para serem amadas e cuidadas por todos os seres humanos e viventes...

Muitas pessoas conservam a singeleza de uma criança em seus corações até a idade adulta...

Existem muito mais pessoas de bom coração do que o contrário...
  
Não deveríamos ter amor e compaixão diante da ignorância de “certos” seres humanos?

Generalizar um fato seria culpar não só todos os seres humanos, como a si mesmo por sermos seres humanos...

Desistir dos seres humanos é desistir de si mesmo porque estamos todos conectados...

Todos os seres viventes neste planeta merecem ser tratados com dignidade e respeito...


Viver é muito fácil, conviver com as diferenças é que nos permitirá trabalhar os valores intrínsecos na nossa alma:

Diferenças de atitudes e comportamentos...

Diferenças no pensar...

Diferenças no agir diário...
  
Somos seres únicos, cada pessoa trás sua própria bagagem de experiência arraigados na alma...

O que nos permite o aprendizado diário através da lei da convivência...

Quem somos e para onde vamos? O ser humano na sua unicidade evolui e caminha em direção a sua viagem interior...

Vigiar os nossos pensamentos e sentimentos diariamente nos faria deitar em nuvens de algodão...

Se somos construtores do nosso próprio destino, deveríamos construir um futuro de amor e felicidade para nós...


Vamos nos permitir conhecer o ser humano na sua essência para que possamos aperfeiçoar os nossos valores internos e alcançarmos a meta maior que o aprendizado do amor incondicional diário na permuta de coração pra coração...


07/01/2015

sábado, 3 de janeiro de 2015

QUÃO PROFUNDO É O AMOR (TÂNIA POLON)





Quão profundo é o seu coração...


Profunda é a natureza e a vida dos seres humanos...


Quase tudo que vivemos nessa vida é passageiro...


Mas o que ficará de fato guardado em nossa memória divina?


São todas as coisas boas que dividirmos com o nosso próximo...


Todos os momentos que nos marcarem profundamente...


A infância e a velhice são períodos e experiências que temos que passar nessa vida...


O que marcará na memória cerebral serão atitudes de amor, de troca, de cuidado, de proteção que tivermos conosco e com as pessoas...


Aprendemos a amar as pessoas a medida que aprendemos a nos amar...


É um belo exercício...


Só não podemos deixar que esse amor próprio seja egoísta...


Amor não pode ser economizado para que a sensibilidade das pessoas sejam tocadas em seu próprio âmago...


Quão profundo é o seu Coração...


Quão profundo é o Amor...




20 PENSAMENTOS (ECKHART TOLLE)

1) O momento presente é a coisa mais preciosa que existe... As pessoas não percebem que agora é tudo o que é, não exi...