quarta-feira, 30 de junho de 2010

O QUE FAZEMOS DAS NOSSAS VIDAS? (TÂNIA POLON)






Vivemos em um planeta muito habitado. Imaginem quantos pensamentos e sentimentos não circundam nas mentes dos seres desse planeta?

O mundo está repleto de emoções. As pessoas criam formas e pensamentos no decorrer de suas vidas. Essa atmosfera propicia para que o planeta viva positivamente ou negativamente. Imaginem um pulmão cheio de fumaças tóxicas. Essas formas e pensamentos podem caracterizar um lixo tóxico ou um ar puro que jorramos para nosso planeta através dos nossos pensamentos e sentimentos. Infelizmente muitas pessoas consomem-se diariamente num turbilhão de pensamentos e sentimentos nefastos, deixam de acreditar no potencial de força que habita dentro de cada um de nós e se colocam na condição de coadjuvantes de suas próprias vidas.

O que fazemos de bom em prol do nosso planeta? Cuidamos dos seres humanos, dos mares, dos rios, da natureza, dos animais, preservamos a água, a comida? Estamos construindo um mundo melhor ou destruindo o lar das nossas futuras crianças? Cuidamos dos nossos sentimentos?

Para que possamos criar um mundo melhor para nós e as crianças, é importante primeiramente que cuidemos dos nossos sentimentos, que sejamos dóceis e meigos conosco e que plantemos amor em nossos corações e assim distribuirmos sementes para que a felicidade cresça diariamente em nossas vidas.

Quantas experiências de vida não são vividas diariamente em cada lar deste planeta?

Somos uma enciclopédia repleta de conteúdos diversificados. Com certeza teríamos que escrever tantos livros que não teríamos tempo suficiente para ler tantas histórias, nem que vivêssemos uma vida de milhões de anos. A humanidade é rica em histórias. Histórias personificadas a cada dia. Se registrássemos cada passo de cada pessoa não teríamos espaço suficiente para inserir tantos dados, nem no papel ou no disco rígido dos computadores.

Nenhum comentário:

20 PENSAMENTOS (ECKHART TOLLE)

1) O momento presente é a coisa mais preciosa que existe... As pessoas não percebem que agora é tudo o que é, não exi...