SERRA DO LUAR (WALTER FRANCO)

Amor, vim te buscar.

Em pensamento.

Cheguei agora no vento.

Amor, não chora de sofrimento.

Cheguei agora no vento.

Eu só voltei prá te contar.

Viajei...

Fui prá Serra do Luar.

Eu mergulhei...

Ah!!!

Eu quis voar.

Agora vem, vem prá terra descansar.

Viver é afinar o instrumento.

De dentro prá fora.

De fora prá dentro.

A toda hora, todo momento.

De dentro prá fora.

De fora prá dentro.

A toda hora, todo momento.

De dentro prá fora.

De fora prá dentro.

Amor, vim te buscar.

Em pensamento.

Cheguei agora no vento.

Amor, não chora de sofrimento.

Cheguei agora no vento.

Eu só voltei prá te contar.

Viajei...

Fui prá Serra do Luar.

Eu mergulhei...

Ah!!!

Eu quis voar.

Agora vem, vem prá terra descançar.

Viver é afinar o instrumento (de dentro).

De dentro prá fora.

De fora prá dentro.

A toda hora, todo momento.

De dentro prá fora.

De fora prá dentro.

A toda hora, todo momento.

De dentro prá fora.

De fora prá dentro.

Tudo é uma questão de manter.

A mente quieta.

A espinha ereta.

E o coração tranquilo.

Tudo é uma questão de manter.

A mente quieta.

A espinha ereta.

E o coração tranquilo.

A toda hora, todo momento.

De dentro prá fora.

De fora prá dentro.

A toda hora, todo momento.

De dentro prá fora.

De fora prá dentro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POEMAS E FRASES (SIMONE DE BEAUVOIR)

LIBERDADE (LANA NÓBREGA)

ESTAR EM PAZ CONSIGO MESMA (TÂNIA POLON)